quinta-feira, 13 de setembro de 2012

A Apostasia dos Últimos Dias - Parte 5


Nenhum comentário:

Postar um comentário

DEUS

DEUS

FELIZ NATAL E PRÓSPERO ANO NOVO

FELIZ  NATAL  E  PRÓSPERO ANO NOVO

Sete Certezas Sobre o Arrebatamento


"Não queremos, porém, irmãos, que sejais ignorantes com respeito aos que dormem, para não vos entristecerdes como os demais, que não têm esperança. Pois, se cremos que Jesus morreu e ressuscitou, assim também Deus, mediante Jesus, trará, em sua companhia, os que dormem. Ora, ainda vos declaramos, por palavra do Senhor, isto: nós, os vivos, os que ficarmos até à vinda do Senhor, de modo algum precederemos os que dormem. Porquanto o Senhor mesmo, dada a sua palavra de ordem, ouvida a voz do arcanjo, e ressoada a trombeta de Deus, descerá dos céus, e os mortos em Cristo ressuscitarão primeiro; depois, nós, os vivos, os que ficarmos, seremos arrebatados juntamente com eles, entre nuvens, para o encontro do Senhor nos ares, e, assim, estaremos para sempre com o Senhor. Consolai-vos, pois, uns aos outros com estas palavras" (1 Ts 4.13-18).

Primeira certeza: Os Mortos Não Estão Mortos

"Pois, se cremos que Jesus morreu e ressuscitou, assim também Deus, mediante Jesus, trará, em sua companhia, os que dormem" (v.14).
Esta certeza consiste em três partes:

  • No Novo Testamento, a ressurreição se refere principalmente ao corpo

O "dormir" dos crentes ou a expressão "os que dormem" dizem respeito aos corpos dos cristãos (At 13.36-37; Rm 8.10-11,23; 1 Co 15.35-46). A Bíblia não ensina o "sono" da alma! Por exemplo, o homem rico e Lázaro, depois que morreram, estavam respectivamente no reino dos mortos (hades) e no paraíso, mas absolutamente conscientes (Lc 16.19-31).
O corpo, que deixamos por ocasião da morte, "dorme"; mas o espírito do crente – sua personalidade, seu ser, sua consciência – encontra-se com Cristo a partir do momento da morte. O apóstolo Paulo estava totalmente convicto dessa realidade, motivo porque escreveu:
"...tendo o desejo de partir e estar com Cristo, o que é incomparavelmente melhor" (Fp 1.23).

Quando os saduceus discutiram com Jesus acerca da ressurreição dos mortos, Ele lhes disse:
"E, quanto à ressurreição dos mortos, não tendes lido o que Deus vos declarou (Êx 3.6): Eu sou o Deus de Abraão, o Deus de Isaque e o Deus de Jacó? Ele não é Deus de mortos, e sim de vivos" (Mt 22.31-32).

O Senhor Jesus Cristo diz:
"Eu sou a ressurreição e a vida. Quem crê em mim, ainda que morra, viverá; e todo o que vive e crê em mim não morrerá, eternamente..." (Jo 11.25-26).
Em João 8.51 Ele também acentua:
"...se alguém guardar a minha palavra, não verá a morte, eternamente." João 8.51
Se bem que o corpo adormece, o espírito daquele que crê em Jesus continua vivendo.
Em 2 Coríntios 5.8 está escrito que "deixar o corpo" significa ao mesmo tempo "habitar com o Senhor". Em outras palavras: assim que deixamos o corpo estamos com Cristo.
Romanos 8.10 se refere a uma verdade espiritual que já aconteceu, mas por outro lado essa verdade também se aplica ao futuro após a morte:
"Se, porém, Cristo está em vós, o corpo, na verdade, está morto por causa do pecado, mas o espírito é vida, por causa da justiça." Romanos 8.10

Em 1 Tessalonicenses 4.16 lemos acerca dos "mortos em Cristo". Uma vez que Jesus ressuscitou e vive, também vivem todos os que dormiram nEle. Espiritualmente eles estão em Cristo e vivem com Cristo ("Pois a nossa pátria está nos céus" – (Fp 3.20), fisicamente eles serão ressuscitados.

  • A esperança de estar com Cristo

Mas a realidade é ainda mais maravilhosa, e isso também faz parte da certeza da salvação e do arrebatamento. Como cristãos, não dizemos por acaso: "O Senhor levou tal irmão ou tal irmã". Realmente é verdade que um cristão é buscado por Jesus, enquanto um não-crente é levado pela morte. A Igreja de Jesus não verá a morte:
"Não queremos, porém, irmãos, que sejais ignorantes com respeito aos que dormem, para não vos entristecerdes como os demais, que não têm esperança" (1 Ts 4.13).
Os outros estão fora (v.12), não estão em Cristo!
O versículo 14 trata dos que dormem em Jesus:
"Pois, se cremos que Jesus morreu e ressuscitou, assim também Deus, mediante Jesus, trará, em sua companhia, os que dormem." Isso fica mais claro na Edição Revista e Corrigida: "Porque, se cremos que Jesus morreu e ressuscitou, assim também aos que em Jesus dormem Deus os tornará a trazer com ele". 1 Ts 4.14
Os cristãos que morreram foram postos para dormir por Jesus, assim como uma mãe ou um pai põem seus filhos para dormir à noite. Isso significa na prática: quando um crente morre, ele é buscado por Jesus, e assim não verá a morte. Estou convicto de que o Senhor está presente na morte de cada um de Seus filhos, para levá-los para junto de Si.

  • A garantia de que os mortos virão com Cristo

A promessa de que Deus, "mediante Jesus, trará, em sua companhia, os que dormem" é uma afirmação revolucionária. É importante observar que não está escrito: "trará para Ele", mas "trará, em sua companhia", ou seja, "trará com Ele". O próprio Senhor comunica ao apóstolo – e assim a toda a Igreja – que os mortos em Cristo não serão prejudicados de modo algum, mas que até terão a primazia.
Quando voltar, Jesus trará consigo os que morreram nEle, pois eles já estão com Ele (1 Ts 4.14-15), e ressuscitará seus corpos mortos em primeiro lugar (v.16). Somente depois disso acontecerá a transformação dos crentes ainda vivos, e então eles serão arrebatados juntos ao encontro do Senhor (v.17).
Examinemos o versículo 14 em duas outras versões:

"Visto que nós cremos que Jesus morreu e depois voltou à vida, podemos também crer que, quando Jesus voltar, Deus trará de volta com Ele todos os cristãos que já morreram" (A Bíblia Viva).

"Porque, se cremos que Jesus morreu e ressuscitou, assim também aos que em Jesus dormem Deus os tornará a trazer com ele" (Edição Revista e Corrigida).

Portanto, isso significa simplesmente que os trazidos com Jesus em Sua vinda são os espíritos sem corpo dos que morreram em Cristo. Primeiro, seus corpos serão ressuscitados e juntados aos espíritos. Depois os crentes vivos serão transformados e toda a Igreja será levada para o céu com Jesus.
O fundamento dessa esperança de ressurreição foi criado exclusivamente por Jesus através da Sua morte e ressurreição. Disso consiste a força e o poder da ressurreição. Agora, o que importa é se cremos na Sua morte e ressurreição (v.14). Certa vez Jesus perguntou aos Seus discípulos: "Quem dizeis (ou crêdes) que eu sou?" (Mt 16.15). Então Pedro deu a única resposta certa: "Tu és o Cristo, o Filho do Deus vivo" (v.16). Na sua opinião, quem é Jesus?

Segunda certeza: O Senhor Voltará Pessoalmente

"Porquanto o Senhor mesmo... descerá dos céus..."(1 Ts 4.16).
A ressurreição/o arrebatamento será o momento em que o Senhor Jesus deixará Seu trono no céu e virá pessoalmente ao encontro da Sua Igreja a fim de levá-la para a casa do Pai. Assim como um noivo vai ao encontro da sua noiva, o Salvador virá ao encontro dos que comprou pelo Seu sangue e os conduzirá para Sua glória.
O Senhor não enviará um anjo ou qualquer outro emissário para fazer isso, Ele virá pessoalmente. Então se cumprirá literalmente a promessa de João 14.3:
"E, quando eu for e vos preparar lugar, voltarei e vos receberei para mim mesmo, para que onde eu estou, estejais vós também." João 14.3
Assim como Ele em pessoa nos salvou e morreu na cruz por nós, assim como Ele mesmo foi preparar-nos lugar – Ele voltará pessoalmente para buscar-nos para Si, para que estejamos onde Ele está. Em inúmeras passagens do Novo Testamento somos conclamados a esperar a volta de Jesus a qualquer momento (por exemplo, em 1 Co 11.26; 1 Ts 1.10; Hb 10.37).

Terceira certeza: A Palavra de Ordem

"Porquanto o Senhor mesmo, dada a sua palavra de ordem, ouvida a voz do arcanjo, e ressoada a trombeta de Deus, descerá dos céus, e os mortos em Cristo ressuscitarão primeiro" (1 Ts 4.16). A Edição Revista e Corrigida diz: "Porque o mesmo Senhor descerá do céu com alarido e com voz de arcanjo, e com a trombeta de Deus; e os que morreram em Cristo ressuscitarão primeiro".
Segundo meu entendimento, o próprio Senhor dará esta palavra de ordem, pois Ele é o Soberano a quem todos os exércitos celestiais obedecem. Isso é indicado nas seguintes passagens:

Tsunami, chegou o fim dos tempos?

Catástrofes naturais em todo o mundo apontam para o princípio das dores, previsto na Bíblia

O terremoto que aconteceu nesta sexta-feira (11), no Japão, teve um abalo de 8,9 graus na escala Richter, sendo o 5º maior da história mundial. A catástrofe, que atingiu a costa nordeste do país, registra centenas de mortos. O impacto do tremor gerou um tsunami, causando imensos estragos. Na cidade de Sendai, por exemplo, vários carros, barcos, casas e tudo o que estava pela frente foi arrastado pelas ondas, que chegaram a 10 metros de altura.

Segundo o Instituto de Geofísica dos Estados Unidos (USGS), há alertas de novos tsunamis em quase todo o Oceano Pacífico. Países como Austrália, Filipinas, Indonésia, Papua Nova Guiné, México, Estados Unidos, Nova Zelândia, Nicarágua, Peru e Chile estão em alerta.

O que a Bíblia diz

Apesar de este evento ser recente, não é de hoje que catástrofes naturais vêm ocorrendo em todo o mundo. Em 1960, no Chile, um terremoto de magnitude 9,5 na escala Richter deixou 5 mil mortos e provocou um tsunami que atingiu as costas do Havaí e das Filipinas, totalizando, nessas regiões, 61 e 32 mortos, respectivamente. Em 1964, outros grandes abalos atingiram o Alasca e a costa nordeste da Califórnia, nos Estados Unidos, provocando 121 mortes.

Estes episódios levam a crer que, de fato, a volta de Jesus está próxima. Sendo assim, para muitas pessoas, o temor de que o mundo acabe é latente, principalmente em casos como estes, de grandes devastações naturais.

Quem não se lembra do maremoto, em dezembro de 2004, que deixou cerca de 230 mil mortos em 12 países banhados pelo Oceano Índico? Nesta tragédia, muitos corpos foram engolidos pelas águas do tsunami, sucedendo, em seguida, a devolução deles à terra. A profecia bíblica, no livro de Apocalipse, confirma exatamente isto: “Deu o mar os mortos que nele estavam…” (Apocalipse 20:13)

Já no Evangelho de Lucas, capítulo 21, versículo 11, está escrito:

“Haverá grandes terremotos, epidemias e fome em vários lugares, coisas espantosas e também grandes sinais do céu.” Lucas 21.11

Estes dias de grandes catástrofes naturais nos levam a refletir sobre o nosso futuro, o futuro do planeta, e, sobretudo, a salvação da nossa alma.

Artigo Recebido por Email
Fonte: http://wwww.estudosgospel.com.br

Atenção! Você Está no Campo de Batalha

Efésios 6:10-22


INTRODUÇÃO

- Paulo escreveu a carta aos Efésios quando estava preso em Roma.
- A intenção dele era confortar os que sabiam de sua prisão, para que as dúvidas não tomassem conta de seus pensamentos. EF 3,13
(Mas Deus não chamou Paulo para pregar o evangelho, porque ele está preso?)
(Mas DEUS já me abençoou, porque eu estou passando por problemas?)
Efésios 1.3 - DEUS já nos abençoou com todas as sortes de bênçãos espirituais nas regiões celestiais, porem teríamos adversários em nossa caminhada.
- E nossos inimigos não seriam carnais, e sim espirituais.
- Então Paulo nos alerta a ter uma vida cristã atenta, pois toda a armadura é necessária para enfrentar as oposições satânicas que surgirão, pois satanás tentará nos impedir de avançar na nossa carreira cristã.
- Devemos ter em mente que JESUS não nos tirou do mundo, para sermos sacos de pancada do diabo.
- Fomos chamados para o exército de DEUS, ou seja, somos soldados do SEU exército. Para combater, o mal e anunciar as boas novas ao mundo.

Você está no meio do campo de batalha, escolha sua opção:

1 Sm 17:4-21 : Davi estava no meio do campo de batalha e escolheu lutar.
Lutar como um soldado ou continuar fugindo para o resto de sua vida.
Você é um soldado do exército de Deus.
- Então, hoje, devemos acordar para a batalha espiritual que já começou.
- Batalha espiritual é semelhante a uma Luta Esiritual.
Os esportes, vôlei, basquete, futebol, sempre tem um intervalo para respirar, quando a bola sai, por exemplo.
- No esporte de luta não tem fôlego, qualquer desatenção é fatal.
Na nossa vida não é diferente, pois BATALHA ESPIRITUAL é igual a uma luta. Pois satanás, não nos deixa respirar para continuar a atacar. Qualquer desatenção nossa, ele aproveita.
Na maioria das vezes, as pessoas não estão enxergando de onde vem o ataque dificultando ainda mais.
Devemos estar constantemente atentos e de olhos espirituais bem abertos, pois as armas que ele utiliza são as mais desonestas possíveis.
- Satanás é o adversário mais sujo que pode existir.
- Ele é aquele adversário que quando o lutador cai no chão, ele vai para cima e continua batendo sem dó.
O quanto mais desonesto for, melhor para ele.
Devemos estar atentos. Pois a batalha já começou e DEUS nos chamou para fazermos parte de Seu exército. Você é um soldado do exército de DEUS.

3 Atitudes de um Soldado do Exército de Deus.

  • Respeita as ordens superiores.
a)
DEUS manda nos fortalecermos na Sua força. (EF 6,10)
- Buscando a DEUS a todo o momento
- 2 Co 12 : 7 ? 10 ( Busquemos a graça de DEUS)
- Joel 3,10

b)
DEUS nos manda estar firmes. ( EF 6, 11,13,14 )
- Três vezes Paulo repete a mesma coisa (Estais firmes) pois o diabo quer nos enfraquecer.
- Quem irá nos fortalecer é ELE, agüente firme.

c) DEUS manda nos revestirmos de toda a armadura de DEUS. (EF 6,11) A
- Devemos buscar todo dia o Espírito Santo
- Fruto do Espírito (Quem tem um tem todos)
- Dons serão derramados conforme a nossa necessidade.

  • Está sempre preparado para a guerra.
a)
O bom soldado carrega as armas corretas. (EF 6,11)
- Couraça da justiça (protege o coração)
- Calçando os pés na preparação do evangelho da paz (língua)
- Escudo da fé (se protege contra os dardos)
- Capacete da salvação (protege a mente)

b) O bom soldado, conhece seu adversário.
Provérbio Chinês
- Se nós conhecermos a nós mesmo e conhecermos ao nosso inimigo, lutaremos 100 batalhas e venceremos todas.
- Se nós conhecermos a nós mesmos e não conhecermos ao nosso inimigo, lutaremos 100 batalhas e venceremos algumas.
- Se nós não conhecermos a nós mesmos e não conhecermos ao nosso inimigo, lutaremos 100 batalhas e perderemos todas.

c) O bom soldado tem olhos espirituais.
- EF 6,12 ( Devemos pedir a DEUS que abra os nossos olhos )
- Tirar a venda (pois com venda não há quem enxergue o seu inimigo atacar )
- Além de olhos devemos ter ouvidos espirituais ( pois o inimigo tenta constantemente distorcer as verdades)

  • Sabe que a melhor defesa é o ataque.
a)
O soldado cristão sabe como atacar.
- Ef 6,17 B - Pregando a palavra a outras pessoas.
- Ef 6, 18 A - Orando sem cessar. ( 1Ts 5,17 )
- Utilizando a munição correta (SANGUE DE JESUS)

CONCLUSÃO

Não adianta querer se enganar, pensando que o diabo não vai atacar você. Pois o inimigo dele é DEUS, e conseqüentemente todos aqueles que o servem.
Devemos estar atentos a todo o momento, pois não é uma brincadeira, e sim uma luta onde o nosso inimigo não mede esforços para nos atacar.
Jamais se desespere, pois o nosso comandante é Cristo e Ele não vai nos deixarsozinhos nessa BATALHA ESPIRITUAL. (EF 1,3 )

Deus Abençoe.


Autor: Ev. Marcelo Barbosa Lima

Oração com Ousadia


Mateus 26.36-45
36 "Então, chegou Jesus com eles a um lugar chamado Getsêmani e disse a seus discípulos: Assentai-vos aqui, enquanto vou além orar. 37 E, levando consigo Pedro e os dois filhos de Zebedeu, começou a entristecer-se e a angustiar-se muito. 38 Então, lhes disse: A minha alma está cheia de tristeza até à morte; ficai aqui e vigiai comigo. 39 E, indo um pouco adiante, prostrou-se sobre o seu rosto, orando e dizendo: Meu Pai, se é possível, passa de mim este cálice; todavia, não seja como eu quero, mas como tu queres. 40 E, voltando para os seus discípulos, achou-os adormecidos; e disse a Pedro: Então, nem uma hora pudeste vigiar comigo? 41 Vigiai e orai, para que não entreis em tentação; na verdade, o espírito está pronto, mas a carne é fraca. 42 E, indo segunda vez, orou, dizendo: Meu Pai, se este cálice não pode passar de mim sem eu o beber, faça-se a tua vontade. 43 E, voltando, achou-os outra vez adormecidos, porque os seus olhos estavam carregados. 44 E, deixando-os de novo, foi orar pela terceira vez, dizendo as mesmas palavras. 45 Então, chegou junto dos seus discípulos e disse-lhes: Dormi, agora, e repousai; eis que é chegada à hora, e o Filho do Homem será entregue nas mãos dos pecadores."

No jardim do getsêmani Jesus Cristo convidou seus discípulos para orar, ele os deixou e subiu um pouco mais acima, de lá orou ao Pai. Quando voltou encontrou seus discípulos dormindo. Ele olha para seus discípulos e diz: Não puderam vigiar uma hora comigo?

A cena do jardim é algo que por estes vinte séculos passados continuam presente em nossos dias, pois Jesus nos convida a orar, nos convida para estar no jardim da oração. Muitas vezes não vamos ou, se vamos, dormimos ou nossa oração está cheia de pensamentos deste mundo. satanás tem lançado dardos inflamados para que você se desconcentre quando está orando, ele coloca em sua mente preocupações do dia-a-dia, e adormecemos.

De uma maneira geral a igreja encontra-se no jardim, mas em diferente situação. Hoje estamos esperando a volta de Jesus. Diferentemente da crucificação, hoje estamos nos preparando para sua vinda, mas muitos estão dormindo. Mateus-cap-25vs1.

Não temos ousadia na oração. Muitas vezes, temos vontade de orar, temos planos de oração, temos lugar para orar, temos motivos para orar, só que perdemo-nos em nossos afazeres diários e a oração fica para depois. Lamento te dizer, mas a benção também fica para depois. Lembre-se do que Faraó disse para Moises quando estava com a praga de moscas. Pois bem, Moises ia orar naquele instante para livrá-lo porém ele disse para Moises orar amanhã. Passou mais uma noite incomodado com aqueles insetos, bastava dizer: ore agora.

O problema é que quando vamos para oração, aparece vários pensamentos que tentam nos tirar da presença de Deus, coisas diversas como: o que tenho para fazer depois que eu sair daqui, telefone que toca, pensamentos no que vai comer, nas contas, etc..

Veja o que o Senhor diz para quando orar:

"Mas tu, quando orares, entra no teu aposento e, fechando a tua porta, ora a teu Pai, que vê o que está oculto; e teu Pai, que vê o que está oculto, te recompensará." Mateus 6:6

Não nos apressamos em sair da presença de Deus, pois Ele sabe o que está em oculto no mundo espiritual, Ele vê o que você não vê, Ele sente o que tu não sentes.

Já notou como o mundo prende as almas?

Tudo tem uma trama. Parece loucura, mas não é? Veja bem, primeiro são festas de final de ano, depois, vem carnaval, Páscoa, dia das mães, dia dos namorados, dias dos pais, dia das crianças, dia dos finados, "até dos mortos" aniversário etc.. sem falar nas pessoas que são viciadas em novelas, ai então elas não tem mais vidas. Vivem para seu aparelho de TV. Isso tudo tem uma só intenção: roubar a atenção do povo, mas nós os salvos não podemos cair nessa. Nós temos vida própria. Com Jesus, não precisamos de dias ou datas para isso ou para aquilo, ou será que você tem? É por isso que sua vida de oração não tem ousadia e está tão fraca.

Não consegue vigiar uma hora?

Como tem pessoas que trocam o sentido da vida para sentir a vida. Não precisamos disso, pois ele Jesus nos deu a vida e vida com abundância.

Orar com ousadia representa buscar, falar com Deus. Tenha essa oportunidade de ser vitorioso em Cristo Jesus nosso senhor. Encha sua lâmpada com azeite de tua oração. Mergulhe no mundo Espiritual e veja as maravilhas que Deus tem para ti.

Orar com ousadia é ter certeza da vitória, é conquistar algo que muitas vezes deixou de receber, é ter o impossível ao seu dispor. Chore aos pés de Jesus.

Quantas vezes você orou e pela fé viu os pés feridos do mestre? Ore aos pés de Jesus. Clame a ele! Entregue sua vida em oração.

Tenha sua família em oração, seu trabalho em oração, sua igreja, seu pastor, enfim todos que você conhece ore, ore pelos desviados, pelos seus inimigos, e principalmente ore por Israel sua pátria espiritual.

Tenha fé e ore com ousadia ao Senhor.

| Autor: João Luis Paim da Silva | Divulgação: estudogospel.com.br |